O Município de Jacarezinho - PR

Em 12 de novembro de 1888 chega nas Terras da Prata a caravana chefiada pelo mineiro Antônio Alcântara da Fonseca Guimarães que vem com o intuito de explorar a terra e garimpar as águas da região, alojam-se no local por onde passa hoje o Rio Jacaré. De início encontraram os posseiros Manoel Batista, Maneco Veado, Joaquim Dutra e Joaquim Cunha que venderam as terras para o recém chegado mineiro já denominado Coronel Alcântara.

Inicia-se as plantações da Fazenda Prata e com a notícia das boas colheitas vêm para a região as famílias Joaquim Severo Batista, Francisco de Paulo Figueiredo e Antônio Lemos, a essas famílias deve-se a colonização inicial da região, construindo-se as primeiras residências e estabelecendo as primeiras lavouras. Com os desbravadores vieram o primeiro médicoDr. João Cândido Fortes, e o primeiro padre, o Frei Joaquim Inácio de Melo, que celebrou a primeira missa como símbolo da fundação do povoado, no dia 24 de dezembro de 1888 na Fazenda Prata

Em 1896, Joaquim antônio Graciano e sua mulher Maria Sabina de Jesus doam aos padroeiros do local, São Sebastião e Nossa Senhora da Conceição, 50 alqueires de terra onde é construída uma capela e inicia-se o desenvolvimento do povoado com a família Alcântara. 

A pujança do povoado inicial trouxe as famílias de Júlio Cerqueira Cezar, Dr. Costa Júnior, João Fentuoso de Melo, Baltazar Sodré, Francisco Inácio de Paula Abreu, Barbosa Ferraz, Pimenta Leôncio de Castro, Luiz Antônio de Almeida Barros, Dr. Fernandes Eugênio Martins Ribeiro e Dr. Geraldo Pacheco Jordão que são também reconhecidos como pioneiros de nossa cidade.

O povoado já era principal polo da micro região do Norte Pioneiro do estado do Paraná, então em 02 de abril de 1900 o mesmo foi desmembrado do município de Tomazina pela lei Estadual 522 recebendo o nome de Nova Alcântara. Pouco mais de 3 anos depois em 03 de abril de 1903, pela lei Estadual 471, o povoado Nova Alcântara foi elevado ao termo de Jacarezinho, esse termo deve-se pela sua localização as margens do rio Jacaré. Em 09 de março de 1904 é criada a Comarca de Jacarezinho, sendo o primeiro Juiz o Dr. Arthur Heráclio Gomes.

Daí em diante, o pioneirismo, a riqueza, dinamismo e muitas glórias fizeram de Jacarezinho um verdadeiro acervo histórico de nosso Estado, além de principal centro econômico e polo cultural de toda esta região do Paraná.

A cidade de Jacarezinho teve seu maior desenvolvimento nas décadas de 30 a 60 com o ciclo do café, sendo o apogeu na década de 50, na época foi polo de desenvolvimento agrícola de toda a região Norte do Estado, o que não ocorre atualmente devido ao declínio da cafeicultura.

Localizado na zona do Norte Pioneiro do do Paraná, faz limite com os municípios: ao norte, os municípios de Andirá e Cambará e o estado de São Paulo, ao sul, Santo Antônio da Platina e Joaquim Távora, a oeste, Bandeirantes e Andirá, e a leste, Ribeirão Claro. 

Sua agricultura forte se destaca pelo setor de cana (açúcar, etanol e biomassa), café, pecuária e galináceos. Conta com um parque industrial com empresas de destaque nacional como a JBS, Dacalda, Usina Jacarezinho, BBA e Sincol, além de um expressivo setor de comércio e serviços de abrangência regional.

Cidade polo de diversas instituições públicas (estaduais e federais), sedia um dos campus da UENP – Universidade Estadual do Norte do Paraná oferecendo cursos de gradução como Direito, Odontologia, Fisioterapia, Educação Física, Pedagogia, entre outros.  

Sua geografia privilegiada favorece a realização de eventos esportivos, ambientais e agropecuários como a tradicional Fetexas, tem no turismo religioso sob a égide de sua Catedral Diocesa a integração junto a Rota do Rosário através da riqueza de suas atividades religiosas e templos.

Ocupando uma área de 602,528 km², sendo 2,25 km² de perímetro urbano, a população estimada segundo o último Censo do IBGE é de 40,375 habitantes, sendo o 45º município mais populoso do Estado do Paraná.

Olá! Preencha os campos abaixo para fazer seu pédido online.
NO AR
Bom Dia Cidade
APRESENTADOR: Marcelo Moraes